Perfect Welding Blog
Welding Academy

O que os desenvolvedores de aplicativos de soldagem realmente fazem?

App-Entwickler

Os primeiros passos costumam ser os mais difíceis: Theresa guia a tocha de solda com concentração, de onde emana um arco voltaico-faiscando. Solta um pouco de fumaça, voam respingos e Theresa faz uma soldagem em ângulo em um pedaço retangular de chapa de aço. Não na oficina de treinamento, mas “virtualmente” em casa em um tablet. Os aplicativos têm desempenhado um papel importante na soldagem. Não se trata apenas de controlar convenientemente uma fonte de solda mas também para aprender o ofício de soldagem. Mas o que, ou melhor, quem, está por trás do desenvolvimento de aplicativos de soldagem?

Escrever código para aplicativos de soldagem

A tarefa dos desenvolvedores de aplicativos resumida: eles escrevem o código para novos programas de usuários e melhoram ou complementam os aplicativos existentes. Além disso, eles estão naturalmente envolvidos no processo de desenvolvimento de novos aplicativos desde o início. Eles determinam o que é tecnicamente possível e o que não é.

O conhecimento especializado é indispensável

“Além de sólidas habilidades de programação e do domínio das linguagens de programação, o conhecimento fundamental dos processos de soldagem é importante para o desenvolvimento de aplicativos de soldagem. Nossa tarefa central é integrar uma gama de diferentes variáveis e fatores de influência em um aplicativo de fácil utilização que simplifique consideravelmente o trabalho diário dos soldadores”, explica Michael Weingartner, desenvolvedor do app Fronius WeldConnect.

Michael Weingartner, desenvolvedor do aplicativo Fronius WeldConnect

A principal vantagem deste aplicativo é permitir a interação sem fio com o sistema de soldagem. Isto significa que as configurações para determinados trabalhos de soldagem podem ser transferidas para outras fontes de solda através de um smartphone ou tablet. Um soldador que troca sua fonte de solda não precisa mais configurar tudo de novo. Ele simplesmente transfere suas configurações habituais, salvas no aplicativo de seu celular, para o novo sistema de soldagem via Bluetooth ou WLAN e você pode começar a trabalhar imediatamente. Os processos operacionais são, portanto, significativamente simplificados.

Sucesso graças ao trabalho em equipe

Mesmo que uma parte significativa do trabalho dos desenvolvedores de app ocorra sozinho na frente do PC: o clichê do programador solitário é apenas parcialmente verdade. Muitas vezes, equipes inteiras de projeto estão envolvidas na criação de aplicativos de soldagem, nos quais os desenvolvedores de aplicativos trabalham em conjunto com especialistas em soldagem, funcionários de departamentos de pesquisa e desenvolvimento e projetistas. Os desenvolvedores de aplicativos costumam assumir o gerenciamento técnico do projeto.

“Às vezes pode ser muito desafiador entender os soldadores e suas necessidades especiais, porque bons soldadores ainda trabalham muito com sua intuição e experiência pessoal e não registram muito por escrito. Conversar com eles sobre isso, ou seja, o aspecto interpessoal, também é uma parte muito boa do meu trabalho”, diz o desenvolvedor de app Michael Weingartner.

Novos caminhos: a gamificação e a realidade virtual

As pessoas que criam aplicativos são constantemente confrontadas com mudanças técnicas e inovações no seu trabalho. O campo da “Realidade Virtual” (VR) em particular está se desenvolvendo rapidamente e também está se tornando cada vez mais importante na indústria de soldagem, por exemplo, quando se trata de aplicativos para aprender a soldar. A oferta agora varia de aplicativos lúdicos para iniciantes a simuladores de soldagem para usuários avançados, com os quais determinados tipos de soldagem podem ser praticados fora da oficina.

“Eu vim originalmente do desenvolvimento de videogames e depois trabalhei por muito tempo em um centro de pesquisa universitário”, explica Ajun Simorg Jöller, arquiteto de software e gerente técnico da equipe “New Visual Technology” da Fronius. O que mais o interessa no seu trabalho são as interfaces e conexões entre software e hardware de soldagem, bem como a tarefa de criar processos complexos de soldagem em um ambiente virtual da forma mais realista possível.

Simorg Jöller, arquiteto de software e gerente técnico da equipe “New Visual Technology” da Fronius

“O desenvolvimento nesta área é extremamente empolgante, especialmente quando se trata de novas possibilidades na área de hardware. Estamos constantemente testando novas ferramentas, como novos óculos inteligentes ou outras opções de comunicação homem-máquina”, diz Jöller. É essencial no seu trabalho permanecer aberto a novos desenvolvimentos técnicos.

Formação sólida como requisito básico

Por fim, há a questão de qual treinamento você precisa para desenvolver aplicativos para empresas de tecnologia de soldagem e quais habilidades você precisa ter. Em princípio, é possível aprender a programar sozinho. No entanto, os desenvolvedores de aplicativos neste setor geralmente têm uma formação em ciências da computação. Além de dominar linguagens de programação, é preciso ter conhecimentos básicos nas áreas de tecnologia e física, e definitivamente deve se interessar por soldagem.

Deseja saber mais sobre os aplicativos de soldagem da Fronius ou o treinamento virtual de soldagem? Mais informações podem ser encontradas em nosso site: seja o aplicativo Welducation Basic, aplicativo WeldConnect ou simuladores de soldagem. Mergulhe no mundo virtual da soldagem!

Aprenda a soldar virtualmente – com os aplicativos de soldagem da Fronius

E fique ligado: em nossa série de blogs “O que faz…?” você conhecerá em breve outro trabalho emocionante na indústria de soldagem!

Que você também pode gostar

Nenhum comentário

    Escrever um comentário