Perfect Welding Blog
Welding Academy

Da fonte de solda TIG ao sistema multiprocesso: o desenvolvimento da nova iWave em 10 etapas

Testadas e comprovadas um milhão de vezes na prática, manuseio devidamente ensaiado e qualidades de cordão muito elevadas: então por que as fontes de solda TIG devem ser aprimoradas? Fornecemos uma resposta clara a isso com a série iWave: as fontes de soldamultiprocesso são igualmente adequadas para soldagem TIG e MIG/MAG, estão 100% prontas para a Indústria 4.0 e oferecem processos de soldagem significativamente otimizados. Mas como as ideias iniciais para uma nova fonte de solda TIG se tornaram um sistema multiprocesso para o mercado?

O que uma fonte de solda TIG de nova geração precisa fazer para se tornar um dos melhores aparelhos do mercado no futuro? Os clientes que as utilizam diariamente têm mais conhecimento disso. Seus desejos, ideias e experiências foram incorporados ao desenvolvimento da nova iWave desde o início. Um total de 120 funcionários esteve envolvido neste projeto: desde os vários departamentos de P&D, como tecnologia de arco voltaico ou simulação, até desenvolvimento de software e gerenciamento de produtos, serviço e produção.

Otimização da soldagem TIG

„Desde o início de nosso trabalho de desenvolvimento, temos nos esforçado para melhorar significativamente todos os processos de soldagem. Não foi uma tarefa muito fácil, dado o alto nível técnico das fontes de solda TIG existentes“, destaca Paul Hofer, gerente técnico de produto que esteve significativamente envolvido no desenvolvimento da nova iWave . „Desde cedo lidamos com novas propriedades de ignição, o desenvolvimento de um desempenho CA particularmente bom e novos processos TIG, que devem abrir uma infinidade de novas possibilidades para soldadores“, acrescenta Hofer.

Rapidamente ficou claro que a „capacidade de multiprocessamento” era uma questão chave: „Nossa plataforma TPS/i para fontes de solda MIG/MAG era a base técnica ideal para a nova iWave. Portanto, rapidamente percebemos que desenvolveríamos uma fonte de solda que, além de um processo TIG totalmente otimizado, também poderia lidar com outros processos de soldagem, como soldagem MIG/MAG, de forma igual e sem restrições de qualidade”, explica Stefan Aichinger, gerente de projeto de desenvolvimento da iWave. „No final, propusemos a ser o primeiro fornecedor de qualidade a criar o proverbial ‘pau para toda obra’, ou seja, uma fonte de solda combinada“, conclui Aichinger.

Stefan Aichinger (gerente de projeto de desenvolvimento da iWave) e Paul Hofer (gerente técnico de produto)

Como imaginar o processo de desenvolvimento da iWave? Basicamente, ele pode ser dividido em 10 etapas principais:

Passo 1: as especificações dos requisitos exigidos pelo cliente. Como queremos inspirar nossos clientes?

As especificações dos requisitos exigidos pelo cliente de 180 páginas fornecem respostas às perguntas que fizemos após muitas conversas com os clientes e pesquisas de mercado:

  • Como podemos tornar ainda melhor a qualidade de todos os processos de soldagem cobertos pela iWave?
  • Quais são os requisitos necessários para que uma fonte de solda multiprocesso seja totalmente adequada para soldagem TIG e MIG/MAG?
  • Quão intuitiva deve ser a interface do usuário do futuro?
  • Quais requisitos para a Indústria 4.0 devem ser atendidos?
  • Quais são os desafios em relação à modularidade do sistema e como podemos projetar o aparelho de tal forma que ele seja benéfico ao nosso planeta?

Etapa 2: as especificações dos conceitos de qualidade. E como fazemos?

Nas especificações dos conceitos de qualidade definimos como os desejos e requisitos podem ser implementados. Soluções técnicas e conceitos foram trabalhados em detalhes. O sistema de controle foi um desafio particular: componentes diferentes, três tipos de soldagem com suas diferentes variantes e todos os programas de soldagem associados tiveram que ser perfeitamente coordenados no software de controle.

Ao mesmo tempo, a iWave deveria ter uma interface de usuário intuitiva e autoexplicativa. „Desenvolvemos um conceito de operação ‘gráfico-dinâmico’ com tela sensível ao toque para a iWave. Isto permite aos soldadores ver rapidamente, por meio de gráficos, quais processos e parâmetros eles estabeleceram. Eles também recebem feedback direto sobre como um cordão de solda muda como resultado das configurações feitas“, explica Paul Hofer.

O desenvolvimento da iWave: um processo de 10 etapas no trabalho em equipe

Etapa 3: construindo protótipos – ideias e conceitos tornam-se realidade

Na etapa seguinte, a iWave finalmente se torna „tangível“. Com base nas tecnologias descritas em detalhes nas especificações dos conceitos de qualidade, a equipe do projeto constrói os primeiros protótipos ou uma série prévia da iWave.

Etapa 4: testes práticos com clientes – sem treinamento para especialistas em soldagem!

Uma série de pré-produção não poderia ser 100% perfeita. É por isso que submetemos os protótipos da iWave a testes abrangentes. Internamente, é claro, mas também na prática em todo o mundo: por exemplo, em filiais estrangeiras, em representantes e em clientes de longa data. Para testar o conceito de operação auto explicativo os soldadores não receberam, intencionalmente, nenhum treinamento sobre as novas máquinas. Como será que isso foi recebido?

Etapa 5: ouvimos nossos usuários – aprimorando os nossos protótipos

Esta etapa consiste em analisar o feedback sobre os protótipos, classificando-os corretamente e incorporando-os ao processo de desenvolvimento posterior do produto. O feedback dos clientes para as equipes de desenvolvimento foi particularmente positivo em relação ao desempenho de soldagem e à operação bem simples.

Etapa 6: teste do produto – testes de impacto mais poeira e outros mais rígidos

Agora „os rodeios“ acabaram: os novos aparelhos devem passar com êxito por um teste de impacto, um teste de queda a partir de uma certa altura e um teste de pó de metal. Além disso, o comportamento a baixas temperaturas da iWave foi testado com sucesso até -40 graus. Por que os funcionários da Fronius lidaram com a iWave de forma tão brutal? Por um lado, para atender às rígidas diretrizes internas de qualidade, mas também para obter certificações e aprovações para determinados mercados.

Teste de produto

Etapa 7: aprovação do design – finalmente concluído com a iWave?

„Finalmente terminamos com a iWave!“ foi o que muitos membros das equipes de desenvolvimento envolvidas puderam dizer neste momento. O que significa a aprovação do design: o processo de desenvolvimento do produto está completo por enquanto, não serão feitas mais alterações nas novas fontes de solda multiprocesso até novo aviso. Mas o que vem a seguir?

Etapa 8: série piloto – ensaio geral para a produção

Agora os técnicos de produção da Fronius assumem as principais tarefas: montam as linhas de produção para a produção em série da iWave. As etapas de produção individuais são otimizadas e projetadas com eficiência em condições práticas. Para garantir que tudo funcione na próxima etapa, produzimos quase 60 aparelhos pré-série dos vários tipos de iWave em três meses.

Etapa 9: preparação – início da produção em série

Quase lá: começa a produção em série da iWave , a produção é intensificada passo a passo.

Etapa 10: início das vendas – lá vamos nós!

Em 19 de janeiro de 2022, a nova iWave é oficialmente apresentada ao mercado. As equipes de vendas e marketing da Fronius assumem as principais tarefas neste momento. Elas ajudam a garantir que o compromisso de longo prazo das equipes de desenvolvimento e o trabalho da equipe de produção também sejam um sucesso no mercado.

O lançamento para vendas marca o fim de um processo de desenvolvimento no qual muito tempo, dinheiro e energia foram investidos. Mas no final do dia, são os resultados que contam, e as vantagens e destaques muito específicos, que a nova iWave oferece para a soldagem.

O resultado: iWave finalizada

O desenvolvimento nunca termina

“Estamos particularmente felizes por termos conseguido transformar em realidade todas as exigências definidas nas especificações dos requisitos exigidos pelo cliente. Isso obviamente foi confirmado por nossos muitos anos de trabalho”, diz Stefan Aichinger, gerente de projetos da iWave. No entanto, um processo de desenvolvimento de produtos técnicos, como fontes de solda, nunca está realmente completo: após uma entrada bem-sucedida no mercado, a equipe Fronius Life Cycle cuida da iWave em todos os aspectos técnicos. Ao longo do ciclo de vida do produto iWave, haverá pequenas adaptações regulares e, às vezes, grandes adaptações.

E o que estão fazendo agora os inúmeros técnicos que estiveram envolvidos na criação da nova iWave? O fato é que eles não ficarão sem tarefas tão cedo: queremos redesenhar nosso portfólio premium na área de fontes de solda TIG e a iWave é o marco de que o primeiro passo já foi dado.

 

Que você também pode gostar

Nenhum comentário

    Escrever um comentário